Guia de Comandos


Guia de comandos linux baseado no Guia Foca



Navegar usando este índice

Especial | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | Todos

Página: (Anterior)   1  2  3  4  5  6  7  8  (Próximo)
  Todos

F

free

Mostra detalhes sobre a utilização da memória RAM do sistema.

free [opções]

Onde:

opções
-b

Mostra o resultado em bytes.

-k

Mostra o resultado em Kbytes.

-m

Mostra o resultado em Mbytes.

-o

Oculta a linha de buffers.

-t

Mostra uma linha contendo o total.

-s [num]

Mostra a utilização da memória a cada [num] segundos.

O free é uma interface ao arquivo /proc/meminfo.

ftp

Permite a transferência de arquivos do computador remoto/local e vice versa. O file transfer protocol é o sistema de transmissão de arquivos mais usado na Internet. É requerida a autenticação do usuário para que seja permitida a conexão. Muitos servidores ftp disponibilizam acesso anônimo aos usuários, com acesso restrito.

Uma vez conectado a um servidor ftp, você pode usar a maioria dos comandos do GNU/Linux para operá-lo.

ftp [ip/dns]

Abaixo alguns dos comandos mais usados no FTP:

ls

Lista arquivos do diretório atual.

cd [diretório]

Entra em um diretório.

get [arquivo]

Copia um arquivo do servidor ftp para o computador local. O arquivo é gravado, por padrão, no diretório onde o programa ftp foi executado.

hash [on/off]

Por padrão esta opção está desligada. Quando ligada, faz com que o caracter "#" seja impresso na tela indicando o progresso do download.

mget [arquivos]

Semelhante ao get, mas pode copiar diversos arquivos e permite o uso de curingas.

send [arquivo]

Envia um arquivo para o diretório atual do servidor FTP (você precisa de uma conta com acesso a gravação para fazer isto).

prompt [on/off]

Ativa ou desativa a pergunta para a cópia de arquivo. Se estiver como off assume sim para qualquer pergunta.

Exemplo: ftp ftp.debian.org.

G

gpasswd

Modifica parametros e senha de grupo. Um usuário somente pode alterar a senha de seu grupo, mas o superusuário (root) pode alterar a senha de qualquer grupo de usuário, inclusive definir o administrador do grupo.

gpasswd [opções] [usuario] [grupo]

Onde:

usuário

Nome do usuário/grupo que terá sua senha alterada.

opções
-r usuario grupo

Remove a senha de grupo.

-R usuario grupo

Desativa o acesso do grupo usando o comando newgrp.

-a usuario grupo

Adiciona o usuário no grupo especificado.

-d usuario grupo

Apaga o usuário do gurpo especificado.

-A [usuario] [grupo]

Define que o [usuario] será o administrador do [grupo].

-M [usuario] [grupo]

Define os usuários que fazem parte do grupo e suas permissões.

Quando o grupo não possui senha, somente quem faz parte do grupo pode utilizar o comando new-grp.

Você deve ser o dono da conta para poder modificar a senhas. O usuário root pode modificar/apagar a senha de qualquer usuário.

Exemplo: gpasswd grupo, gpasswd -a gleydson grupo.

grep

Procura por um texto dentro de um arquivo(s) ou no dispositivo de entrada padrão.

grep [expressão] [arquivo] [opções]

Onde:

expressão

palavra ou frase que será procurada no texto. Se tiver mais de 2 palavras você deve identifica-la com aspas "" caso contrário o grep assumirá que a segunda palavra é o arquivo!

arquivo

Arquivo onde será feita a procura.

opções
-A [número]

Mostra o [número] de linhas após a linha encontrada pelo grep.

-B [número]

Mostra o [número] de linhas antes da linha encontrada pelo grep.

-f [arquivo]

Especifica que o texto que será localizado, esta no arquivo [arquivo].

-h, --no-filename

Não mostra os nomes dos arquivos durante a procura.

-i, --ignore-case

Ignora diferença entre maiúsculas e minúsculas no texto procurado e arquivo.

-n, --line-number

Mostra o nome de cada linha encontrada pelo grep.

-E

Ativa o uso de expressões regulares.

-U, --binary

Trata o arquivo que será procurado como binário.

Se não for especificado o nome de um arquivo ou se for usado um hífen "-", grep procurará a string no dispositivo de entrada padrão. O grep faz sua pesquisa em arquivos texto. Use o comando zgrep para pesquisar diretamente em arquivos compactados com gzip, os comandos e opções são as mesmas.

Exemplos: grep "capitulo" texto.txt, ps ax|grep inetd, grep "capitulo" texto.txt -A 2 -B 2.

groupdel

Apaga um grupo do sistema. Quando é usado, este comando apaga todos os dados do grupo especificado dos arquivos de contas do sistema.

groupdel [grupo]

Tenha certeza que não existem arquivos/diretórios criados com o grupo apagado através do comando find.

OBS: Você não pode remover o grupo primário de um usuário. Remova o usuário primeiro.

groups

Mostra os grupos que o usuário pertence.

groups [usuário]

Exemplo: groups, groups root

gzexe

Cria arquivos compactados gzip auto-extrácteis. Este comando é usado para compactar arquivos executáveis que se auto-descompactam assim que são solicitados. É útil para sistemas ou unidades de disco que possuem pouco espaço disponível. Este comando deve somente ser usado para arquivos executáveis.

gzexe [arquivo]

Onde: arquivo é o arquivo executável que será compactado.

Quando gzexe é executado, uma cópia do arquivo original é gravada com o formato nome_do_arquivo~.

Exemplo: gzexe /tmp/teste.

H

head

Mostra as linhas iniciais de um arquivo texto.

head [opções]

Onde:

-c [numero]

Mostra o [numero] de bytes do inicio do arquivo.

-n [numero]

Mostra o [numero] de linhas do inicio do arquivo. Caso não for especificado, o head mostra as 10 primeiras linhas.

Exemplos: head teste.txt, head -n 20 teste.txt.

hostname

Mostra ou muda o nome de seu computador na rede.

I

id

Mostra a identificação atual do usuário, grupo primário e outros grupos que pertence.

id [opções] [usuário]

Onde:

usuário

É o usuário que desejamos ver a identificação, grupos primários e complementares.

opções
-g, --group

Mostra somente a identificação do grupo primário.

-G, --groups

Mostra a identificação de outros grupos que pertence.

-n, --name

Mostra o nome do usuário e grupo ao invés da identificação numérica.

-u, --user

Mostra somente a identificação do usuário (user ID).

-r, --real

Mostra a identificação real de usuário e grupo, ao invés da efetiva. Esta opção deve ser usada junto com uma das opções: -u, -g, ou -G.

Caso não sejam especificadas opções, id mostrará todos os dados do usuário.

Exemplo: id, id --user, id -r -u.


Página: (Anterior)   1  2  3  4  5  6  7  8  (Próximo)
  Todos