Guia de Comandos


Guia de comandos linux baseado no Guia Foca



Navegar usando este índice

Especial | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | Todos

Página: (Anterior)   1  2  3  4  5  6  7  8  (Próximo)
  Todos

D

date

Permite ver/modificar a Data e Hora do Sistema. Você precisa estar como usuário root para modificar a data e hora. Muitos programas do sistema, arquivos de registro (log) e tarefas agendadas funcionam com base na data e hora fornecidas pelo sistema, assim esteja consciente das modificações que a data/hora pode trazer a estes programas (principalmente em se tratando de uma rede com muitos usuários) .

date MesDiaHoraMinuto[AnoSegundos]

Onde:

MesDiaHoraMinuto[AnoSegundos]

São respectivamente os números do mês, dia, hora e minutos sem espaços. Opcionalmente você pode especificar o Ano (com 2 ou 4 dígitos) e os Segundos.

+[FORMATO]

Define o formato da listagem que será usada pelo comando date. Os seguintes formatos são os mais usados:

  • %d - Dia do Mês (00-31).

  • %m - Mês do Ano (00-12).

  • %y - Ano (dois dígitos).

  • %Y - Ano (quatro dígitos).

  • %H - Hora (00-24).

  • %I - Hora (00-12).

  • %M - Minuto (00-59).

  • %j - Dia do ano (1-366).

  • %p - AM/PM (útil se utilizado com %d).

  • %r - Formato de 12 horas completo (hh:mm:ss AM/PM).

  • %T - Formato de 24 horas completo (hh:mm:ss).

  • %w - Dia da semana (0-6).

Outros formatos podem ser obtidos através da página de manual do date.

Para maiores detalhes, veja a página de manual do comando date.

Para ver a data atual digite: date

Se quiser mudar a Data para 25/12 e a hora para 08:15 digite: date 12250815

Para mostrar somente a data no formato dia/mês/ano: date +%d/%m/%Y

df

Mostra o espaço livre/ocupado de cada partição.

df [opções]

onde:

opções
-a

Inclui sistemas de arquivos com 0 blocos.

-h, --human-readable

Mostra o espaço livre/ocupado em MB, KB, GB ao invés de blocos.

-H

Idêntico a -h mas usa 1000 ao invés de 1024 como unidade de cálculo.

-k

Lista em Kbytes.

-l

Somente lista sistema de arquivos locais.

-m

Lista em Mbytes (equivalente a --block-size=1048576).

--sync

Executa o sync antes de mostrar os dados.

-T

Lista o tipo de sistema de arquivos de cada partição

-t tipo

Lista somente sistema de arquivos do tipo tipo.

-x tipo

Não lista sistemas de arquivos do tipo tipo.

Exemplos: df, df -h, df -t vfat.

diff

Compara dois arquivos e mostra as diferenças entre eles. O comando diff é usado somente para a comparação de arquivos em formato texto. As diferenças encontradas podem ser redirecionadas para um arquivo que poderá ser usado pelo comando patch para aplicar as alterações em um arquivo que não contém as diferenças. Isto é útil para grandes textos porque é possível copiar somente as modificações (geradas através do diff, que são muito pequenas) e aplicar no arquivo para atualiza-lo (através do patch) ao invés de copiar a nova versão. Este é um sistema de atualização muito usado na atualização dos código fonte do kernel do GNU/Linux.

diff [diretório1/arquivo1] [diretório2/arquivo2] [opções]

Opções:

diretório1/arquivo1 diretório2/arquivo2

Arquivos /diretórios que serão comparados. Normalmente é usado como primeiro arquivo/diretório o mais antigo e o mais novo como segundo.

opções
-lines [num]

Gera a diferença com [num] linhas de contexto. Por padrão o diff gera um arquivo com 2 linhas que é o mínimo necessário para o correto funcionamento do patch.

-a

Compara os dois arquivos como arquivos texto.

-b

Ignora espaços em branco como diferenças.

-B

Ignora linhas em branco inseridas ou apagadas nos arquivos.

-i

Ignora diferenças entre maiúsculas e minúsculas nos arquivos.

-H

Usa análise heurística para verificar os arquivos.

-N

Em uma comparação de diretórios, se o arquivo apenas existe em um diretório, trata-o como presente mas vazio no outro diretório.

-P

Em uma comparação de diretórios, se o arquivos apenas existe no segundo diretório, trata-o como presente mas vazio no primeiro diretório.

-q

Mostra somente se os dois arquivos possuem diferenças. Não mostra as diferenças entre eles.

-r

Compara diretórios e sub-diretórios existentes.

-S [nome]

Inicia a comparação de diretórios pelo arquivo [nome]. É útil quando cancelamos uma comparação.

-t

Aumenta a tabulação das diferenças encontradas.

-u

Usa o formato de comparação unificado.

Use o comando zdiff para comparar diretamente arquivos compactados pelo utilitário gzip

Use o comando sdiff para visualizar as linhas diferentes entre os dois arquivos em formato texto simples.

Exemplo:

  • diff texto.txt texto1.txt - Compara o arquivo texto.txt com texto1.txt e exibe suas diferenças na tela.

  • diff -Bu texto.txt texto1.txt - Compara o arquivo texto.txt com texto1.txt ignorando linhas em branco diferentes entre os dois arquivos e usando o formato unificado.

  • diff texto.txt texto1.txt >texto.diff - Compara o arquivo texto.txt com texto1.txt e gera um arquivo chamado texto.diff contendo a diferença entre eles. Este arquivo poderá ser usado pelo patch para aplicar as diferenças existente entre os dois no arquivo texto.txt.

  • diff -r /usr/src/linux-2.2.13 /usr/src/linux-2.2.14 >patch-2.2.14.diff - Compara o diretório e sub-diretórios linux-2.2.13 e linux-2.2.14 e grava as diferenças entre eles no arquivo patch-2.2.14.diff.

dirname

Obtém o nome do diretório através do caminho passado ao programa.

dirname [diretório/arquivo]

dirname /usr/bin/dirname, dirname /tmp/*.

dmesg

Mostra as mensagens de inicialização do kernel. São mostradas as mensagens da última inicialização do sistema.

dmesg | less

dnsdomainname

Mostra o nome do domínio de seu sistema.

du

Mostra o espaço ocupado por arquivos e sub-diretórios do diretório atual.

du [opções]

onde:

opções
-a, --all

Mostra o espaço ocupado por todos os arquivos.

-b, --bytes

Mostra o espaço ocupado em bytes.

-c, --total

Faz uma totalização de todo espaço listado.

-D

Não conta links simbólicos.

-h, --human

Mostra o espaço ocupado em formato legível por humanos (Kb, Mb) ao invés de usar blocos.

-H

Como o anterior mas usa 1000 e não 1024 como unidade de cálculo.

-k

Mostra o espaço ocupado em Kbytes.

-m

Mostra o espaço ocupado em Mbytes.

-S, --separate-dirs

Não calcula o espaço ocupado por sub-diretórios.

-x

Não faz a contagem de diretórios em sistemas de arquivos diferentes do atual.

Exemplo: du -h, du -hc.

E

echo

Mostra mensagens. Este comando é útil na construção de scripts para mostrar mensagens na tela para o usuário acompanhar sua execução.

echo [mensagem]

A opção -n pode ser usada para que não ocorra o salto de linha após a mensagem ser mostrada.

F

find

Procura por arquivos/diretórios no disco. find pode procurar arquivos através de sua data de modificação, tamanho, etc através do uso de opções. find, ao contrário de outros programas, usa opções longas através de um "-".

find [diretório] [opções/expressão]

Onde:

diretório

Inicia a procura neste diretório, percorrendo seu sub-diretórios.

opções/expressão
-name [expressão]

Procura pelo nome [expressão] nos nomes de arquivos e diretórios processados.

-depth

Processa os sub-diretórios primeiro antes de processar os arquivos do diretório principal.

-maxdepth [num]

Faz a procura até [num] sub-diretórios dentro do diretório que está sendo pesquisado.

-mindepth [num]

Não faz nenhuma procura em diretórios menores que [num] níveis.

-mount, -xdev

Não faz a pesquisa em sistemas de arquivos diferentes daquele de onde o comando find foi executado.

-amin [num]

Procura por arquivos que foram acessados [num] minutos atrás. Caso for antecedido por "-", procura por arquivos que foram acessados entre [num] minutos atrás até agora.

-atime [num]

Procura por arquivos que foram acessados [num] dias atrás. Caso for antecedido por "-", procura por arquivos que foram acessados entre [num] dias atrás e a data atual.

-gid [num]

Procura por arquivos que possuam a identificação numérica do grupo igual a [num].

-group [nome]

Procura por arquivos que possuam a identificação de nome do grupo igual a [nome].

-uid [num]

Procura por arquivos que possuam a identificação numérica do usuário igual a [num].

-user [nome]

Procura por arquivos que possuam a identificação de nome do usuário igual a [nome].

-inum [num]

Procura por arquivos que estão localizados no inodo [num].

-links [num]

Procura por arquivos que possuem [num] links como referência.

-mmin [num]

Procura por arquivos que tiveram seu conteúdo modificado há [num] minutos. Caso for antecedido por "-", procura por arquivos que tiveram seu conteúdo modificado entre [num] minutos atrás até agora.

-mtime [num]

Procura por arquivos que tiveram seu conteúdo modificado há [num] dias. Caso for antecedido por "-", procura por arquivos que tiveram seu conteúdo modificado entre [num] dias atrás até agora.

-ctime [num]

Procura por arquivos que teve seu status modificado há [num] dias. Caso for antecedido por "-", procura por arquivos que tiveram seu conteúdo modificado entre [num] dias atrás até agora.

-nouser

Procura por arquivos que não correspondam a identificação do usuário atual.

-nogroup

Procura por arquivos que não correspondam a identificação do grupo do usuário atual.

-perm [modo]

Procura por arquivos que possuam os modos de permissão [modo]. Os [modo] de permissão pode ser numérico (octal) ou literal.

-used [num]

O arquivo foi acessado [num] vezes antes de ter seu status modificado.

-size [num]

Procura por arquivos que tiverem o tamanho [num]. [num] pode ser antecedido de "+" ou "-" para especificar um arquivo maior ou menor que [num]. A opção -size pode ser seguida de:

  • b - Especifica o tamanho em blocos de 512 bytes. É o padrão caso [num] não seja acompanhado de nenhuma letra.

  • c - Especifica o tamanho em bytes.

  • k - Especifica o tamanho em Kbytes.

-type [tipo]

Procura por arquivos do [tipo] especificado. Os seguintes tipos são aceitos:

  • b - bloco

  • c - caracter

  • d - diretório

  • p - pipe

  • f - arquivo regular

  • l - link simbólico

  • s - sockete

A maior parte dos argumentos numéricos podem ser precedidos por "+" ou "-". Para detalhes sobre outras opções e argumentos, consulte a página de manual.

Exemplo:

  • find / -name grep - Procura no diretório raíz e sub-diretórios um arquivo/diretório chamado grep.

  • find / -name grep -maxdepth 3 - Procura no diretório raíz e sub-diretórios até o 3o. nível, um arquivo/diretório chamado grep.

  • find . -size +1000k - Procura no diretório atual e sub-diretórios um arquivo com tamanho maior que 1000 kbytes (1Mbyte).

  • find / -mmin 10 - Procura no diretório raíz e sub-diretórios um arquivo que foi modificado há 10 minutos atrás.

  • find / -links 4 - Procura no diretório raíz e sub-diretórios, todos os arquivos que possuem 4 links como referência.

finger

Mostra detalhes sobre os usuários de um sistema. Algumas versões do finger possuem bugs e podem significar um risco para a segurança do sistema. É recomendado desativar este serviço na máquina local.

finger [usuário] [usuário@host]

Onde:

usuário

Nome do usuário que deseja obter detalhes do sistema. Se não for digitado o nome de usuário, o sistema mostra detalhes de todos os usuários conectados no momento.

usuário@host

Nome do usuário e endereço do computador que deseja obter detalhes.

-l

Mostra os detalhes de todos os usuários conectados no momento. Entre os detalhes, estão incluídos o nome do interpretador de comandos (shell) do usuário, diretório home, nome do usuário, endereço, etc. Estes dados são lidos de /etc/passwd.

-p

Não exibe o conteúdo dos arquivos .plan e .project

Se for usado sem parâmetros, mostra os dados de todos os usuários conectados atualmente ao seu sistema.

Exemplo: finger, finger root.


Página: (Anterior)   1  2  3  4  5  6  7  8  (Próximo)
  Todos